90 anos da Escola Guedes de Azevedo

No mês de agosto, a Escola Guedes de Azevedo completará 90 anos de vida e de atividade ininterrupta, sempre promovendo a cidadania por meio do conhecimento e do ensino responsável.

Inaugurada em 1925, a Escola Guedes de Azevedo marcou a história e a vida de milhares de alunos que passaram por suas carteiras nas salas de aula, seja no primeiro prédio, localizado no cruzamento das ruas Batista de Carvalho com a Araújo Leite, passando pela Rua Antônio Alves e chegando às atuais instalações, na Rua João Polleti com a Saint Martin, na Vila Guedes de Azevedo.

O começo

Em 1925, Antônio Guedes de Azevedo enxergou qualidade de vida e potencial de crescimento em Bauru e com o apoio de seu irmão Everaldo realizou um sonho, a instalação da Escola Guedes de Azevedo.

O primeiro curso ministrado foi o de Guarda-livros (Contabilidade). Posteriormente, com a vinda de outros quatro irmãos à cidade, foram implantados novos cursos, além de um internato, para melhor acomodação de jovens oriundos da zona rural.

Em 1929, a Escola Guedes de Azevedo também hospedou o ensino de Instrução Militar nº 276 e, na década de 40, a demanda de alunos possibilitou a contratação de mais professores e o funcionamento de cursos Primário, Ginasial, Básico, Contabilidade, Colegial e Escola Normal, registrando seu pioneirismo no ensino para crianças, jovens e adultos, cidadãos bauruenses.

Os irmãos Guedes de Azevedo lecionavam na escola e conduziram a formação de seus alunos com base em valores de educação e respeito. Hoje, o colégio é mantido pela Sra. Marília Guedes de Azevedo Pallotta, filha do fundador Durval Guedes de Azevedo.

Nas fotos, do acervo do Bauru Ilustrado, editado pelo jornalista e historiador Luciano Dias Pires, que inclusive estudou na Escola Guedes de Azevedo, é possível conferir as fachadas dos dois primeiros prédios que abrigaram a escola. A primeira sede, de 1925, na esquina das Ruas Batista de Carvalho com a Araújo Leite e a segunda sede, inaugurada no fim dos anos 20 na Rua Antonio Alves. Na outra foto, a primeira turma de formandos do Curso Ginasial em 1935.