Dia do esporte

Pólo aquático

O esporte, como o conhecemos, tem suas raízes mais antigas entre a população da Grécia e fazia parte da formação integral do homem grego, aquele que habitava a Polis, ou Cidade Estado. Tinha também funções religiosas e militares, formando o soldado e competindo pela glória de Zeus ou Júpiter.

 

Modernamente, se desenvolveu na Inglaterra para domesticar os corpos, necessidade importante durante a Revolução Industrial que exigia músculos domesticados para enfrentar a estafante rotina das fábricas que começavam a dominar o mundo econômico, social, religioso e cultural.

 

Hoje, o esporte ocupa um lugar importante na sociedade como antídoto para os males do sedentarismo, estímulo para os pequenos aprenderem a viver em sociedade, aprendizado aos adolescentes para a compreensão das regras e da relevância em persistir em um projeto de vida, que demanda esforço e dedicação.

 

Apesar de muitas críticas que se faz, ainda, à prática do esporte como meio de manutenção do status social, hoje, ele pode, também, ser desenvolvido como profissão durante muitos anos em atividades de alto rendimento e, em especial aos profissionais de Educação Física, encarados com desconfiança e reconhecidos pelo seu papel social na manutenção e recuperação da saúde física e mental.

 

Nós, da Escola Guedes de Azevedo, seguindo os passos dos seus fundadores que foram os introdutores do basquete na cidade, no qual vários alunos tiveram projeção nacional e internacional em atletismo-basquete, nos orgulhamos da parceria com a ABDA – PROJETO FUTURO, onde estendemos os nossos serviços aos atletas bolsistas.

Fábio Paride, historiador e educador.